5 aplicativos pra viagem: os mais indispensáveis, pra iPhone ou Android

by 21:12 0 comentários
Se seu celular tem pouca memória ou se você prefere usar menos aplicativos pra resolver sua vida, o Para Mochileiros relacionou uma lista seletiva, de cinco apps que nunca podem ficar de fora do seu celular se você está com planos de viajar.

Pra resumir como indispensável, escolhemos apps pra procurar passagens mais baratas, outro pra reservar albergue, outro pra servir de guia, mais um com mapas e o último pra conhecer gente. Veja quais são os cinco, além das vantagens e desvantagens de cada um:

SKYSCANNER

O Skyscanner é indispensável pra procurar passagens aéreas de acordo com o dia do embarque [ou desembarque] e a disponibilidade financeira.

blz: rapidez; gráficos bastante práticos, com relatório da variação de taxas no decorrer do ano; flexibilidade pra buscar a passagem mais barata em qualquer dia; e recurso pra deixar as pesquisas anteriores salvas.

bad: pra ficar perfeito, só faltava incluir a busca pra hotéis e aluguel de carros, que a página oficial do Skyscanner oferece.

Clique aqui pra iPhone e iPad; ou clique aqui pra Android.

HOSTELWORLD

Procurar lugar pra ficar não é uma das tarefas mais divertidas da parte que antecipa a viagem. Então, se quiser não ter muito trabalho pra achar um bom hostel ou fazer a reserva sem preocupações, nossa recomendação é usar o Hostelworld.

blz: é bem simples de se usar e você encontra facilmente o melhor albergue, pra fazer reserva de acordo com o lugar, o preço, o dia e a disponibilidade de quartos; os comentários e as avaliações da galera ajudam bastante a se certificar se o albergue oferece bons serviços; pra completar, em outros bookers, é necessário pagar a metade de uma diária ou até a diária inteira pra reservar, enquanto o Hostelworld só cobra 10% da diária. Assim, se acontecer algum imprevisto e você não puder cancelar a diária, o prejuízo vai ser só de 10%.

bad: como melhoria, o app poderia incluir um link direto para promoções do momento e para pesquisas recentes; e pra iOS é em inglês.

Clique aqui pra iPhone e iPad; ou clique aqui pra Android.

FOURSQUARE

Não caia no conceito de que o Foursquare "só serve pra fazer check-in", até porque agora o programa se dividiu em dois e tem o Swarm só pra marcar os check-ins. O Foursquare pode servir de um ótimo guia turístico independente, com avaliação mais sincera e participativa sobre os lugares, muito melhor que aplicativos convencionais de turismo.

blz: colaboração dos usuários com opiniões; roteiros a partir de listas de lugares pra visitar; informações importantes como horários de funcionamento, nível de preço, o que é tendência e promoções.

bad: pouca coisa desagrada; talvez a classificação dos lugares na busca, que tem "Vida Noturna", quando poderia mostrar "Bares" e "Música" em links separados.

Clique aqui pra iPhone e iPad; ou clique aqui pra Android.

MAPS.ME

O Google deixa a gente tão mal-acostumado. É o caso do Google Maps. O aplicativo de mapas do Google é tão eficiente que outros apps melhores passam despercebidos, mesmo sendo mais completos como o Maps.me, também conhecido como Maps With Me.

blz: os mapas funcionam offline, então dá pra se guiar numa boa sem internet wi-fi ou 3G; contam com informações bem detalhadas; dá pra baixar mapas offline do mundo inteiro;

bad: é daqueles aplicativos com versão pro, em que você tem que pagar pra fazer o upgrade; mas dá pra se virar muito bem com a edição gratuita.

Clique aqui pra iPhone e iPad; ou clique aqui pra Android.

SKOUT

Embora o Tinder seja o aplicativo da vez pra se conhecer gente, o Skout se faz presente como uma versão alternativa pra trocar ideias com gente nova, seja pra quem está afim só de amizade com desconhecidos ou atrás de pegação.

blz: você pode iniciar um chat aleatoriamente, de forma aberta, sem a pessoa ter que te add ou corresponder a um like; é possível fazer busca em outros lugares do mundo, assim você pode arranjar companhia antes da sua viagem; tem formas diferentes de interação como piscar, adicionar aos favoritos ou dar presentes com programa de pontos;

bad: no exterior, dá pra conhecer bastante gente, mas no Brasil, como ainda não tem tanta popularidade, tem algumas cidades do país em que você não encontra ninguém.

Clique aqui pra iPhone e iPad; ou clique aqui pra Android.

Luciano F1

Developer

Cras justo odio, dapibus ac facilisis in, egestas eget quam. Curabitur blandit tempus porttitor. Vivamus sagittis lacus vel augue laoreet rutrum faucibus dolor auctor.