Bagagem rápida? O que não pode faltar na mochila de um homem?

by 01:06 0 comentários
Pra esse post, repassaremos uns itens essenciais de uma bagagem rápida pra homem, em qualquer ocasião. Cada item é relativo ao que não pode faltar em uma bagagem feita de última hora, pra evitar algum deslize ou imprevisto de viagem, seja qual for o lugar.


O QUE LEVAR PRA VESTIR?

No pontapé inicial, vamos abrir com o vestuário, a parte principal da bagagem, que não foge do trivial masculino (t-shirt, jeans e camiseta), mas que merece cada vez mais uma atenção especial, pra não bobear na hora de sair ou fazer uma social.

De cara, não podem faltar t-shirts básicas. E quando eu digo t-shirts básicas são aquelas de cor preta ou branca, independente de ter estampa ou não, evitando tons muito chamativos de preferência, tipo uma camisa verde fluorescente, ou da Seleção, do Flamengo, ou aquela retrô da Laranja Mecânica de 74.

A parada é que camiseta colorida pode chamar a atenção quando você não quer. Camisa de time inclusive é péssima nesse ponto, além de que a gente perde a noção da ocasião, e ninguém quer levar bronca da namorada ou ficante por ir com camisa de time em baladinha mais VIP. Maneirar na gola V aberta também evita chamar a atenção, ainda mais se você for meio Tony Ramos.

Nessas condições, melhor mesmo é escolher t-shirt de cor neutra e gola careca, sem vacilo, que acentua com qualquer outra peça ou evento, e a preta ainda tem a vantagem do risco de manchar ser menor, caso suje do nada.

Uma calça jeans escura é útil pela mesma razão, de poder evitar manchas em alguma situação inoportuna, e por também se ajustar com mais de uma ocasião.



Leve também uma bermuda cargo, boa por vir com vários bolsos, e dá pra carregar pra carregar celular, chave do hostel, carteira... E aí no caso, é bom procurar alguma com material leve, pro caso de molhar.

Mas isso não significa que você deva descartar uma bermuda surf wear, pra uma praia ou uma cachoeira, que elas secam rápido e também não tem risco de encharcar o carro de ninguém.

Repassado o básico, se você viver alguma situação em que tenha que estar um pouco mais bem vestido, dois coringas: camisa masculina e blazer. Além de mostrar um porte bacana e serem bem apresentáveis, as duas peças quebram um galho caso pinte um frio e um casaco não caiba na mochila.




A camisa masculina inclusive é um item que "não pode ficar de fora" e dá "um show de estilo", como diz a Letícia Leal em um post do S.O.S. Solteiros. Clique aqui pra dar uma conferida no post, que também oferece mais detalhes sobre qual tecido ou estilo pode se adequar melhor a você.

Agora, o blazer, requer um pouco mais de cuidado na hora de escolher. Então, pra quem vai comprar pela primeira vez, eu indico esse link do artigo do Canal Masculino, texto do Ricardo Terrazo, e pra ter noção de como usar, clique aqui neste post do Fashionismo, da Thereza Chammas.

Calçado? Botas de couro (pretas, de preferência), que são muito convenientes em chuva. Tênis de solado rasteiro, e com tecido de pano, é meio traiçoeiro, pois acaba molhando geral em chuva, então recomendo levar botas de couro. E novamente, se rolar uma social repentina, uma bota discreta e bem lustrada disfarça a ausência de um sapato social.

E se estiver muito quente? Sandálias de couro podem substituir um tênis ou chinelo, tanto no uso quanto no conforto. Agora, quando digo sandália é aquela no estilo franciscana, e não aquelas papetes do Seninha, do Homem-Aranha, toda emborrachada e desconfortável.

Meia e cueca, eu nem vou abordar, por que, peraê né, falta de vergonha esquecer um dos dois.






NÉCESSAIRE?

Vamos começar propriamente com a nécessaire. Se você não sabe onde comprar uma, normalmente tem sempre umas marcas de produtos pra barba que fazem promoção pra levar um kit que vem com a nécessaire.

Falando na barba, o barbeador é um item básico, e pra espuma, se acabar o creme, lava a cara com água quente pra amaciar a pele e abrir os poros, e aí é se barbear sem creme, na raça, ou faça a espuma com condicionador, que ajuda a amaciar a pele. Tá sem creme pós-barba? Água fria, mermão!

O sabonete líquido pode quebrar um galho pra esse caso da espuma, e também evita melecar a mochila com um sabonete em barra. Desodorante de aerosol também evita acidentes, comparado ao roll-on ou o líquido.

E perfume é bom não só por vaidade, mas no caso do desodorante acabar em uma hora injusta, tá ali o perfume pra salvar. E procure kits que trazem o perfume no tamanho convencional e uma miniatura juntos, que a miniatura cabe melhor em nécessaires.

Pra higiene dental, pasta de dente e fio dental são fundamentais, né. Mas se estiver na correria, então não deixe faltar um enxaguante bucal. Umas três bochechadas já ajudam bastante.

Uma farmácia básica também é legal. Filtro solar pra evitar queimaduras, band-aid pra algum corte inesperado, aquele Engov (maleato de mepiramina) pra evitar ressaca, vitamina C ou um mel com própolis pra se proteger de resfriado, e se comer aquele lanche de beira de estrada e não bater bem, toma um Diosec (cloridrato de loperamida) que corta dor de barriga sem demora.


ACESSÓRIOS E ITENS MENORES?

Tem alguns acessórios e itens menores que são indispensáveis tanto pra homem quanto pra mulher, como os documentos, vouchers da viagem, grana e cartão, um adaptador T para tomadas, um cadeado pros lockers dos hostels, óculos de sol ou de grau, toalha, entre outros.

Ao carregar estes itens, minha sugestão pra caber na mochila é improvisar com pequenas bolsas de multiuso, como gym sacks, luvas de notebook ou porta-óculos, que servem pra colocar muita coisa junto, mas sem amassar, ocupar espaço na mochila ou dificultar na hora de encontrar algo casualmente. Os gym sacks também tem a vantagem de substituir uma mochila menor, caso não sobre nenhum espaço para carregá-la na bagagem.

E particularmente para a toalha, se ainda estiver molhada na hora de ir embora do hostel, você pode dobrá-la e colocá-la dentro de uma luva pra notebook, pelo menos pra não molhar a mochila até estender ela de novo.

ELETRÔNICOS?

A gente fala que mulher se previne demais e leva o mundo dentro de uma bolsa, mas hoje em dia o que tem de cara que não consegue viajar sem TODOS os equipamentos eletrônicos... Vamo maneirar, galera...

É tablet pra leitura, é HD externo pra salvar arquivos, é iPod pra música, é notebook pra escrever (ou pior, é ultrabook), vários recarregadores, e ainda agora tem o tal do smart-watch, o "relógio inteligente". E aí depois o cara chega no hostel desesperado, achando que perdeu algum gadget, como eu já vi acontecer.

Pra evitar tudo isso? Compra um smartphone com display de 5". A tela grande substitui o tablet, os arquivos você joga na nuvem do Dropbox, Google Drive ou One Drive, se precisar de escrever use o computador do hostel, pra recarregar tem carregador portátil e capinha que recarrega, e pra outras funções tem app pra tudo hoje em dia. E neste link vocês podem ver uma lista de apps essenciais pra viagem.


FOTOS?

Mas se o seu caso é tirar fotos, aí é inevitável mesmo levar um equipamento a mais. Então pra se aprofundar um pouco mais, no caso de fotos com smartphone, veja mais detalhes no post deste link, enquanto quem pretende ousar um pouco mais, se aventurando como profissional, leia o artigo deste link, como recomendação.


Luciano F1

Developer

Cras justo odio, dapibus ac facilisis in, egestas eget quam. Curabitur blandit tempus porttitor. Vivamus sagittis lacus vel augue laoreet rutrum faucibus dolor auctor.